//Condomínios
20/06/2018

Finanças do Condomínio

É preciso gerar valor
Por Vivian Lapini

Você sabia que o Condomínio funciona como uma empresa?
Ele possui sócios (condôminos), funcionários, o patrimônio (áreas comuns do condomínio), receitas e despesas.

Assim como uma empresa, o condomínio, além de dar lucro, deve gerar valor.
Para dar lucro, é muito simples: basta que a arrecadação seja maior que os gastos, ou seja, as receitas devem ser maiores que as despesas. As receitas  provém da taxa de condomínio que os moradores pagam, enquanto que as despesas provém de todos  os gastos com salários de funcionários, manutenções, limpeza, entre outros serviços necessários.

Porém, para gerar valor, não basta apenas ter lucro. No caso de uma empresa, ela gera valor quando há uma expectativa de ganhos maiores do que ela já possui. No condomínio é o mesmo, porém o valor estará no tipo de experiência que os condôminos esperam ter. É preciso que o condomínio invista em segurança, em lazer, acessibilidade e também, muito importante, em convivência.

Para o proprietário do imóvel, é muito importante que o condomínio tenha regras que sejam cumpridas, que os vizinhos tenham uma convivência harmônica, pois se algum dia ele quiser vender ou alugar seu imóvel, sem dúvidas esses são fatores levantados pelos futuros compradores, e assim, podem aumentar ou diminuir o valor de venda desse imóvel.

Alpha Condomínios - Administradora de Condomínios em Ribeirão Preto

TAGS: #valor #condomínio #finanças #lucro #imóvel