//Condomínios
08/05/2017

Como criar uma cultura de integração para seu condomínio?

A cultura é importante para todas as organizações, inclusive nos condomínios.
Por Vivian Lapini

No ambiente corporativo, toda organização possui uma cultura. Cultura organizacional nada mais é do que o conjunto de crenças, valores e comportamentos de uma equipe de determinada organização.
No caso dos condomínios, não é diferente. O condomínio funciona como uma empresa, é de fato uma pessoa jurídica e também possui cultura. Há condomínios em que todos os moradores são unidos e predomina harmonia. Em outros, sempre há discussões e desrespeito às regras. A cultura é um reflexo de como pensam seus moradores.
Mas o que influencia na cultura de um condomínio? A localização, classe econômica, a finalidade do condomínio (empresarial ou residencial), e até a faixa etária dos condôminos. Se a maioria dos moradores de um condomínio é formada por estudantes, por exemplo, a cultura será bem diferente de um condomínio em que predomina idosos.
E apesar desses fatores influenciarem na cultura, é possível que haja mudanças independente dos fatores intrínsecos à população do condomínio.
Para criar uma boa cultura, primeiro é preciso fazer um projeto com ações que envolvam todos os moradores. É interessante criar eventos que reúnam as pessoas para que elas entendam como é legal e importante fazer parte da comunidade. Podem ser eventos como festa junina, gincanas, campeonatos de futebol, corridas, entre outros.
Além disso, outro importante fator é a comunicação. Envolver os moradores sobre o que acontece no condomínio, desde reparos, ações preventivas ou alertas e também buscar soluções e sugestões, faz com que o morador sinta-se responsável e zele mais pelo bem comum. Hoje as redes sociais são ótimas ferramentas para isso. Também é importante que essa cultura seja estendida aos funcionários do condomínio que devem também sentir-se parte dessa organização.  

 

TAGS: #culturaempresarial #cultura #organização #condomínio